Publicado por: joaobdr | 18/02/2014

Just A Love Song

Bom dia, boa tarde, boa noite, pessoal!

Não, este não é mais um típico post raivoso. Estou mais moderado agora, e agora voltei de vez, depois de muito tempo sem postar nada.

Por enquanto, quero deixar um vídeo de um cover feito por esta pessoa mais que especial que é a minha namorada!

A música é “Apenas Uma Canção de Amor”, da banda Rosa de Saron.

Abraços, pessoas!

 

😉

Anúncios
Publicado por: joaobdr | 31/12/2012

New Year, Old Shit!

Ok, último post do ano!
As pessoas não querem usar seu dinheiro pra ajudar quem precisa. Mas pra torrar em fogos de artifício, pra ficarem estourando o DIA TODO, no Ano Novo, no Natal, no feriado de “sei-lá-o-quê”, no dia de jogo de futebol, ahhhh! Pra isso eles arrancam o dinheiro do CU! É! DO CU!
E ainda ficam enchendo o saco com essas merdas. Não sei não, se no meio desse monte de estouro alguém não está soltando uns pra avisar que “o bagulho já chegou na área”… Mas foda-se isso, também!
O importante é que todo mundo tem dinheiro de sobra pra inutilidades, e se sentem abençoados por quem? Por DEUS! É, se sentem abençoados por Deus por causa disso. Como se Deus escolhesse quem deve ser abençoado. Ah, mas parece que Ele escolhe, né? Pra quê? Pra forçar as pessoas que “têm” a compartilhar com quem não tem? Mas Ele é onisciente, e já deveria saber se isso vai acontecer ou não. Enfim, estamos todos presos aqui, e não importa se mudarmos de opinião ou não. Se existe mesmo um Deus, Ele saberá o nosso pensamento final. Que legal, né?
Isso aí, enfim… Feliz Ano Novo pra vocês também, e que encham o CU de cachaça, porque quando a ressaca passar, vocês vão ter que voltar a dar esse mesmo CU em troca de grana pra pagar tantas dívidas inúteis e absurdas que vocês têm!
Mais uma coisa: muita gente vai ter desejado que o mundo realmente tivesse acabado no dia 21. Pelo menos, zumbis já temos, só falta o Apocalipse acontecer.
Isso aí….e foda-se!
Publicado por: joaobdr | 30/11/2012

Fim do Mundo!

Finalmente, estamos a menos de um mês do maior evento de todos os tempo: O Armageddon!
Ah, esqueçam isso! Que mané “Armageddon”, o quê!

Como eu costumo dizer, “o mundo já acabou faz tempo, só que ninguém percebeu ainda”.
Sinceramente, não sei como exemplificar isso de um jeito melhor do que dizer a vocês que saiam por aí e vejam como está a situação do mundo, para verem do que estou falando; pobreza, injustiça, violência, negligência, hipocrisia e todo tipo de atrocidades que vocês possam imaginar está acontecendo neste exato momento, em algum lugar do mundo. Mas, e daí?

Adianta continuar falando disso?
Não, não adianta. Só sei que o mundo nunca irá mudar pra melhor, e as pessoas nunca irão mudar, também. Quem tem consciência da “verdade” ou não fará nada pra mudar a situação, ou simplesmente irá desistir de tanto lutar para que, de alguma forma, as outras pessoas “acordem” para a realidade. Mas, enquanto estiverem imersas nesse mundo de faz-de-conta, jamais desejarão sair.

E também, tudo o que eu poderia dizer sobre isso já foi dito de alguma forma, e só não abriu os olhos quem não quis.

Portanto, continuem a deleitar-se com as “maravilhas” de seu “mundo moderno”, até que, um dia, vocês finalmente “acordem”. De um jeito, ou de outro. Aliás, talvez só uma bala “perdida” seja capaz de fazer vocês acordarem deste “sono profundo”. Claro, mas será porque “Deus quis assim”. “Fazer o quê, né!?”

Abraços!

Publicado por: joaobdr | 15/10/2012

Dia dos Professores

Parabéns a todos os professores que aturam uma cambada de jovens imbecis, que se acham os donos de tudo (só porque alguém, um dia, disse que eles seriam o “futuro da pátria”), e que mais parecem órfãos de umas boas surras de repreensão.

Parabéns a todos aqueles que ainda acreditam (mesmo sem acreditar verdadeiramente) na educação deste país, e que sofrem nas mãos de um governo que está pouco se lixando para a classe docente, e que precisam enfrentar todos os dias os frutos de pais sem autoridade e que não conseguem sequer dar um senso de moral e ética aos próprios filhos, e os troca por novelas e futebol.

Feliz Dia dos Professores!

[João Dias]

Publicado por: joaobdr | 20/08/2012

O Melhor de Nossas Vidas.

É como todos dizem:

A infância já foi “a melhor época das nossas vidas”.
Crescemos, e entramos na adolescência, a qual também foi ” a melhor época das nossas vidas”.
Crescemos um pouco mais, e entramos nessa fase dos “vinte e tantos anos”, que também é “a melhor fase de nossas vidas”.
Logo logo, estaremos na chamada “meia-idade”, também, “a melhor fase de nossas vidas”.
Só depois, teremos de encarar a velhice, que será “a melhor fase de nossas vidas”.

Incrível, mas quanto mais eu leio e penso sobre a vida, mais eu tenho medo, e mais eu vejo o que resta da dona esperança se distanciando e ficando num lugarzinho lá do passado…

Publicado por: joaobdr | 20/08/2012

Anna B.

Às vezes eu paro pra pensar como certas coisas começaram a acontecer, mas parece inútil; chega uma hora em que tudo já parece ser tão natural, que é como se sempre fosse daquele jeito.

Um dia, de repente, enquanto procurava novos contatos em minha nova ferramenta de distração, chamada ICQ, acabei te encontrando. Sei lá como a gente começou a se falar, e também nem sei mais quais foram os nossos primeiros assuntos. Provavelmente sobre os estilos musicais e bandas de nossa preferência. Ou sobre os costumes de nossos países. Sei lá. Só sei que você entrou em minha vida, sem nunca ter aparecido realmente.

Por que será que fui escrever tantas linhas naquelas cartas que enviei a você? Eu só esperava uma simples resposta, ver e segurar algo feito por você. Mas NÃO! Você NÃO me respondeu! Sinto como se todas aquelas cartas tivessem sido jogadas no mar!

Já te vi tantas vezes por fotos viajando o mundo, mas por que nunca veio pra cá?

Já houve até uma época em que eu até atravessaria o oceano para ir ao seu encontro. PFF!! Que idiotice! Você tem a sua vida e eu tenho a minha. Não haveria por quê nos intrometermos na vida um do outro, não é mesmo? Mas quando se é jovem, o coração é idiota e imaturo. Por sorte, minha mente e meus pés sempre me seguravam aqui.

Só sei que hoje em dia você já está tão distante, mais do que nunca, e eu acho que te encontrar será mais um sonho trancado em algum baú empoeirado na seção “Minhas Vagas Lembranças”.

 

[João Dias.]

 

Publicado por: joaobdr | 15/07/2012

”The Pure Love”

Momento “utopia”…Hehe!

Será que existe um amor realmente sincero? Talvez, sim…

E talvez nós saibamos exatamente onde encontrá-lo, porém, passamos os nossos dias a fugir dele…

 

”The Pure Love”

A love that remains for ages
A love with hugs and embraces
A love with kisses and smiles in both faces
A love that is sincere and reaches all the races

A love with no seduction games
A love that should be spread all over the places
A love that nothing is able to erase
A love that remains for ages…

Love that comes and never goes
Love that makes me keeping it flowing

A true love that is hard to find
Which brings the blister to our hearts
A true love, pure and kind
Which makes it easier to open our hearts

Pure love, kind love
Sweet love, true love

 

[Por: João Dias]

Publicado por: joaobdr | 15/07/2012

“Bad Day”

Algumas vezes, passamos por determinadas fases da vida em que tudo parece meio tedioso e confuso, e após algum tempo, essas fases se tornam uma parte um tanto embaçada em nossa memória; sem relevância, e praticamente vazias.

Pelo menos, existem algumas coisas que podem fazê-las virem à tona, depois de tanto tempo. Um simples poema, por exemplo, ou mesmo uma canção que costumávamos escutar incessantemente naquela época.

Esta é “Bad Day“, escrita no final de minha adolescência, já em transição para a fase adulta. As coisas ainda eram um tédio só, ou pelo menos pareciam ser. Devia ser coisas da idade. -tsc tsc…jovens!-

 

“Bad Day”

Today is so strange the air around me
It seems there’s no friend to come along with me
I look at the sky and the clouds are grey
And nothing seems to go my way

Here’s my headache coming again
Dreaming and dreaming is the only way to stand
The reality that I’m forced to face
Every night and day, every now and then

Today is so strange the air around me
It seems nothing really belongs to me
Then I look at the ground, feeling the haze
It seems the good things have taken other way

Here’s my anger coming again
Dreaming and dreaming is the only way to stand
The happiness that I’m forced to fake
When the things are grey, when I’m awaken

 

[Por: João Dias]

Publicado por: joaobdr | 15/07/2012

“Rebanho”

Esta semana eu finalmente recebi o meu certificado de direitos autorais, pelos poemas e letras de músicas que escrevi.

Por isso, postarei, de agora em diante, algumas de minhas obras.

Vou começar por uma letra que escrevi pensando em como a sociedade se comporta, no que diz respeito a precisar ser liderada, (co)mandada, influenciada e manipulada. E quem está por trás de tudo isso? Uma das partes é a mídia.

Aí vai!

“Rebanho”

Eu preciso da TV., eu preciso da TV.
Pra me dizer o que eu devo fazer
Que roupa vou usar, que músicas ouvir,
O que eu devo pensar, pra onde vou sair!

Eu não penso por mim mesmo,
Sou apenas uma ovelha.
Vivo minha vida a esmo
E falo mal da vida alheia.

Eu preciso de você, eu preciso de você
Pra me dizer o que vou ser quando eu crescer
Onde vou trabalhar, quantas vezes mentir,
Com quem eu vou casar, com que outra eu vou sair

Porque não penso por mim mesmo;
Faço apenas o que me mandam!
Sou o chamado “mais do mesmo”
E aqui todos me enganam!

Agora eu estou na TV., agora eu estou na TV.
Só pra te dizer o que você deve ser
Em quem deve votar, que deixem te coagir,
Quem deve eliminar no paredão que está por vir!
 
Será que eu penso por mim mesmo?
O rebanho só aumenta a cada dia
Você mal conhece a si mesmo;
Estamos todos numa fria!

[Por: João Dias]

Publicado por: joaobdr | 19/04/2012

Make-Up :):

Qual a quantidade necessária de maquiagem para preencher o espaço de uma mente, espírito e coração vazio? Ou para esconder a falsidade de uma pessoa? Ou para disfarçar a sua tristeza ao ser borrada por suas lágrimas?
[João Dias]

Older Posts »

Categorias